Olha oque eu fiz

Software Livre precisa evoluir

February 21, 2021

Nos últimos anos tenho me envolvido muito com softwares livres comunidades em volta.

Apesar do código aberto fazer parte da minha vida desde 2012 foi em 2016 que comecei a participar mais ativamente ganhando minha primeira camisa por participar do Hackertuberfest,o evento conta com uma participação massiva de muitos programadores e apos conseguir cumprir o desafio daquele ano ganhei uma camiseta e alguns adesivos. Esse contato direto com software Open Source me deu uma perspectiva muito diferente para minha carreira como desenvolvedor e me ajudou a melhorar como desenvolvedor.

Com o contato cada vez maior com o mundo Open Source acabei me simpatizando bastante com alguns princípios do Software Livre e desde então venho contribuindo de alguma forma com o assunto, seja distribuindo ajudas em fóruns ou mesmo com contribuições de código.

Uma das coisas que venho analisando e me movimentando para fazer acontecer é a criação de softwares livre de forma com que os usuários possam fazer uso do mesmo sem a necessidade de saber como construir o software ou terem que pagar o software/serviço com dados e/ou privacidade.

Comecei a pensar sobre esse assunto após o começo da pandemia onde perdi meu emprego em uma Startup com a desculpa “Estamos cortando na nossa própria carne”, ou seja, demitir um funcionário no meio de uma pandemia para garantir que os investidores tenha um lucro aceitável é o conceito de Cortar a própria carne. Apos alguns dias na busca de um novo emprego e passando por varias propostas consegui me reestabelecer no mercado de trabalho. No mesmo período muitas pessoas começaram a morrer para entregar comidas sem ter o mínimo de dignidade pelas donas de aplicativos, pois são “apenas um serviço de entrega”. Isso é bem curioso pois o serviço é bastante utilizado pelas pessoas, mas elas não possui nenhuma liberdade de como usar esse serviço ou como fazer a cobrança desse serviço. No final o que mais me afligiu sobre uso desses serviços é que a maior parte desses serviços são feitas com base em software livres mas seus usuários não tem nenhuma liberdade.

Apos quase um ano de reflexão no dia 25/01/21 participei de uma live que acontece toda segunda feira organizada pelo canal DebXP e o tema da live era “o que vem depois do Software Livre”. Uma discussão muito interessante e com diversas conversas sobre o assunto, a live foi feita através do Jitsi e disponibilizada no Youtube para quem quiser participar da conversa. O grande tópico da discussão era, os princípios do software livre, que veio para dar uma perspectiva de liberdade no uso, distribuição e modificação de softwares estava sendo deturpado com o uso de softwares livres para limitar a utilização de serviços oferecidos por grandes, medias e pequenas empresas. Como Amazon que utiliza massivamente de softwares Open Sources para criação de um ecossistema fechado limitando o uso apenas para seus produtos e dificulta cada vez mais a migração para outras plataformas ou até rodar na sua propria infraestrutura.

Serviços Livres

Apos varias discussões sobre o assunto passando por diversos temas relacionado, me acendeu uma ideia, precisamos de serviços livres assim como o Software Livre precisou nascer para chegamos a um mundo que hoje podemos escolher qual software vamos usar da maneira que queremos, precisamos de “serviços” livres que possam oferecer serviços que facilitem a vida das pessoas sem a necessidade de tirar a sua privacidade e/ou uma empresa ganhar dinheiro com dados das pessoas sem passar nenhuma porcentagem decente para as mesmas.

Para que possamos discutir melhor uma implementação de serviços livres podemos começar com algumas sugestões de uso como:

  • Transparência em como os dados dos usuários estão sendo usados
  • Troca de serviços deve ocorrer sem a necessidade gerenciamento por uma empresa
  • O lucro dos serviços deve ser repassado para os usuários e desenvolvedores dos mesmo para manter assim os serviços por mais tempo possível e garantir o melhor desenvolvimento.
  • Os serviços pode ser usados da forma com que os usuário se sentirem mais livre o possível.

Isso parece meio distante porem já existes serviços livres ou parcialmente livres tais como:

Continua…

Esse assunto precisa ser melhor estudado e refletido para colocar em prática. O que me move a continuar estudando sobre o assunto e tentado colocar em pratica Serviços Livres é o mundo de ferramentas P2P e as varias estrategias de negócios que buscam cada vez mais tirar a privacidade das pessoas como moeda de troca.


Escrito por Enieber Cunha, aprendendo Reason ml e Elixir. Veja algumas coisas que faço no meu site